SOBRE O ARTISTA



Me chamo Rodrigo Gnani, sou natural de Curitiba, e me considero um eterno aprendiz e curioso.

Amo perceber e sentir tudo à minha volta, valorizar os pequenos detalhes, a sensibilidade, as conexões e as extensões do corpo.

Meu primeiro contato e interesse por arte surgiu aos 3 anos de idade, segundo relatos de minha mãe, o desenho foi o primeiro ponto de partida, onde descobri que era possível “falar” através de imagens.

Ainda na infância minha mãe, dona Jane (maravilhosa), foi quem me ensinou a cozinhar, fazer crochê, bordar e costurar. Também tive contato com marcenaria, escultura, pintura, agricultura e a oportunidade de conhecer diversas espécies de animais e plantas.

Entre meus 14 e 23 anos de idade tive um bloqueio criativo diante do desenho, abrindo assim caminho para a música, gastronomia e outras atividades que me chamavam atenção na época.

Meu irmão Rafael foi a primeira pessoa a me incentivar a tatuar e insistir na arte durante toda a nossa adolescência. Mas foi aos 23 anos, em meados de 2017 que tive a incrível oportunidade de dar meus primeiros passos no mundo da tattoo, graças à ajuda de duas amigas que eram proprietárias de um estúdio em Curitiba. A partir daí venho atuando nessa área.

Sempre tive muita curiosidade a respeito do corpo humano, tanto anatomia, fisiologia, psicologia, como também as manifestações artísticas, que de certa forma se unem às demais ciências. Com toda certeza, o corpo é um dos temas que mais me fascinam até hoje.

Não sou uma uma pessoa que teme experimentar e se aventurar em aprender coisas novas. Amo viajar, amo música, amo gastronomia, e tudo de novo que possa me enriquecer culturalmente.

Sou muito grato a todas as pessoas que tive a oportunidade de conhecer no meu caminho até aqui, tanto pessoas boas como pessoas ruins, sempre aprendi algo com as mesmas.

Gostaria de finalizar com a seguinte mensagem:

“Nunca deixe de sonhar e imaginar. Essas são as qualidades de um gênio.”
- Meu pai, velho Henrique.